GG Premium

https://ggpremium.blogspot.com.br

Pesquisar...

23 de maio de 2018

11:28

Chocolate Quente — ervas, especiarias e licores para incrementar a bebida


Doce, quente, encorpado. Não é de hoje que o chocolate quente aquece e conforta paladares. Há registros de que por volta do século XV a civilização maia já utilizava o cacau como moeda e também para fabricar bebidas.



Foto / Reprodução


“Depois de fermentadas, torradas, moídas e diluídas em água fria, as favas de cacau serviam de base para uma bebida amarga à qual juntavam fécula de milho, mel e pimenta: o chachau haa”, anota Pierre Léonforte, em um trecho do livro Delícias de Chocolate, da Editora Senac.

Os astecas também tinham sua predileção pelos prazeres do cacau em versão líquida. O Xocoatl era igualmente obtido do processamento das favas de cacau. De aroma almiscarado, ressaltado com canela ou pimenta, era bebido quente ou morno e tido como sagrado e afrodisíaco por imperadores e militares. Essa versão, reservada a quem podia, em muito se assemelha ao popular chocolate quente, que também pode ser enriquecido com ervas e especiarias para ganhar novos sabores.

XOCOATL: Nome dado pelos aztecas a bebida feita com cacau torrado, água e especiarias, bem forte e margosa (xoco-atl = água amarga) era consumido apenas como bebida e seu sabor, é claro, era bastante amargo e marcante, já que não continha açúcar. Foi somente com a chegada dos espanhóis em terras aztecas e maias que foi acrescido de açúcar pelos colonizadores por acharem a bebida desagradável ao paladar europeu.

O conquistador espanhol Hernán Cortés, quando chegou à região do México onde viviam os astecas — antes de dizimá-los covardemente — escreveu ao rei da Espanha dizendo que “a bebida divina à base de chocolate dá força e combate a fadiga. Uma chávena deste delicioso chocolate permite que um homem ande todo o dia sem comer.” O tempo e as formas do chocolate mudaram, mas até hoje ele continua sendo coisa dos deuses.


A chef Carole Crema, sugere diferentes combinações e dicas para não errar no preparo e espantar o friozinho outonal.


RECEITAS:

1) Chocolate quente com baunilha

2) Chocolate quente com alecrim e azeite

3) Chocolate quente com limão, tangerina e Cointreau


Leite integral

O melhor leite para preparar chocolate quente é o integral, porque ele tem mais gordura e é mais encorpado e proporciona um resultado espesso e cremoso. Portanto, não adianta economizar em calorias. Mais: adicionar um pouco de creme de leite fresco também dá um sabor especial. A sugestão é substituir um quarto do leite integral por creme de leite. Ou até mesmo adicioná-lo batido em ponto de chantilly, na finalização.


Chocolate puro

Para que a bebida não seja apenas um leite com aroma de chocolate, prefira o chocolate em pó puro. Evite os achocolatados, eles têm muito açúcar e menos sabor. Existe também a opção de usar cacau em pó, para aqueles que preferem uma bebida ainda mais forte e encorpada. Ou ainda derreter um pedaço de chocolate no leite quente.


O ponto de fervura

Para que o sabor do chocolate se incorpore ao leite é preciso ferver os dois juntos. “Aprendi esse truque com a minha mãe e não sei se tem uma explicação técnica para isso", diz Carole Crema. "Mas já tentei fazer diferente e não ficou a mesma coisa. Acredito que a fervura ajude a liberar os aromas e apurar a textura”.


Especiarias e ervas para dar sabor

Depois de misturar o leite ao chocolate em pó ou ao cacau, adicione especiarias para ferver junto e aromatizar. Com cuidado. “É importante não colocar temperos demais para não mascarar o sabor do chocolate”. Entre as mais indicadas estão: canela em pau, cardamomo, anis estrelado, fava de baunilha e pimentas em grão. Também é possível fazer infusões com ervas como alecrim e manjericão. “Raspas de limão, laranja e tangerina ficam excelentes. Até um pouco de azeite ou camomila combinam."


Para um chocolate mais “quente”

Para aquecer ainda mais o chocolate quente pode-se incorporar alguma bebida à receita. “O álcool pode entrar tanto para dar sabor, quanto apenas para dar o efeito. O rum e o conhaque, por exemplo, são mais neutros, já os licores vão emprestar um sabor extra à bebida, como o Cointreau (laranja), Amaretto (amêndoas) e o licor de café”. Aqui também vale a parcimônia para que a bebida não se sobreponha ao chocolate. “Não tem muita regra, o importante e fazer combinações de acordo com o seu paladar”.


Chocolate submarino

Coloque um bom pedaço de chocolate em barra no fundo da xícara e derrame o leite bem quente por cima, para derreter. A mistura fica saborosa e cremosa, indica Carole.


CHOCOLATE QUENTE COM BAUNILHA

Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 20 min

INGREDIENTES

300 ml de leite integral

100 ml de creme de leite fresco

1/2 fava de baunilha

3 colheres de sopa de chocolate em pó


PREPARO

Coloque todos os ingredientes numa panela e cozinhe até ferver. Desligue e sirva imediatamente.



CHOCOLATE QUENTE COM ALECRIM E AZEITE

Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 30 min


INGREDIENTES

400 ml de leite integral

80 g de chocolate amargo 70%

1 ramo de alecrim

1 colher de sopa de azeite extra-virgem

50 ml de creme de leite fresco batido em ponto de chantilly

1 pitada de chocolate em pó para finalizar


PREPARO

Ferva o leite com o alecrim. Coloque no liquidificador o leite fervendo, o chocolate e o azeite e bata bastante. Depois sirva na xícara com uma leve cobertura de creme de leite fresco, polvilhe chocolate em pó por cima e decore comum raminho de alecrim. Sirva imediatamente.


CHOCOLATE QUENTE CÍTRICO

Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 30 min


INGREDIENTES

400 ml de leite integral

raspas de 1/2 limão siciliano

raspas de 1/2 tangerina ou laranja

3 colheres de sopa de cacau em pó

2 colheres de sopa de Cointreau


PREPARO

Ferva o leite com as raspas e o cacau, quando levantar fervura, desligue, adicione o licor e sirva.


Fonte: comida.ig.com.br
10:44

Mitos e verdades sobre os energéticos

Enfrentar a agitação da balada ou espantar o cansaço de uma noite mal dormida. Estes são apenas dois dos motivos para o consumo de energéticos. Mas será que podem fazer mal ao organismo? Será que viciam? Será que engordam? Atrapalham ou prejudicam a atividade física?



Foto / Reprodução


por Natalia do Vale | Via Minha Vida — saúde, alimentação e bem-estar


Geralmente associada a festas, noitadas e a mistura com bebidas alcoólicas, os energéticos são bebidas à base de cafeína e outras substâncias estimulantes, como a taurina e a glucoronolactona, que potencializam a resposta do cérebro aos estímulos, deixando o corpo mais ativo ou acelerado. Um teste, feito no Laboratório de Análises de Alimentos da FEA-Unicamp, analisou sete marcas diferentes de energéticos para saber se elas continham as quantidades adequadas de cafeína e taurina. O método da análise, chamado cromatografia eletrocinética micelar, usa um reagente para separar cada um dos compostos do produto.

O teste mostrou diferença entre os valores indicados nos rótulos e os reais. Segundo os pesquisadores do laboratório, as amostras apresentaram uma pequena quantidade de cafeína superior à declarada, mas justificada pela necessidade de manter o teor da substância até o final de validade do produto. É admissível uma variação de 20% nos valores declarados no rótulo. Porém, os produtos devem obedecer as quantidades máximas de cafeína e taurina estabelecidas na lei - respectivamente, 35 mg/100 ml e 400 mg/100 ml. Duas marcas, Fusion e Monavie, extrapolaram os limites.

As dúvidas que rondam essas bebidas não param de surgir. Pensando nisso, o Minha Vida conversou com um time de especialistas no assunto. A seguir, o fisiologista especializado em medicina esportiva, Jorge Zogaib, o personal trainer Edson Ramalho, as nutricionistas Roberta Stella e Patrícia Ramos e o clínico geral Flavio Tocci falam sobre os pontos positivos e negativos dos energéticos.


Pode atrapalhar a dieta

A nutricionista Roberta Stella explica que os energéticos podem conter até 148 calorias, valor semelhante a quantidade de um copo de refrigerante ou suco de laranja. "Por isso, quem deseja emagrecer deve consumir com moderação", diz.


Não é indicado para os exercícios

Por ser uma bebida diurética, os energéticos fazem o organismo perder os líquidos que ele tanto precisa durante a atividade física. 'Eles não foram desenvolvidos visando à hidratação e, por isso, não devem ser consumidos com esta finalidade", explica Roberta Stella. De acordo com o personal trainer, Edson Ramalho, o rendimento físico de qualquer pessoa aumenta depois da ingestão deste tipo de bebida, já os energéticos aumentam a frequência cardíaca e a temperatura do corpo. "No entanto, a ação dos energéticos tem efeito rebote para o organismo, deixando você ainda mais cansado e sentindo os efeitos do estresse muscular", explica.


Combinação perigosa

Quando são consumidos em combinação com álcool, os energéticos provocam aumento da adrenalina, palpitações, suor e dependendo da quantidade ingerida, podem levar à desidratação já que os dois são diuréticos. Segundo o fisiologista Paulo Zogaib, a combinação do energético com o álcool é perigosa, porque leva a excessos de ingestão de ambas as substâncias. "O álcool é um depressor do sistema nervoso central (ele retarda as respostas do cérebro aos estímulos), enquanto o energético é um estimulante, por isso, quando ingerimos álcool é preciso aumentar a dose de energéticos para se alcançar o efeito de euforia. A pessoa que bebe a mistura fica mais acelerada pela ação do estimulante e mais corajosa pela ação do álcool, o que pode ser perigoso", afirma o especialista.


Evite beber em jejum

O risco de tomar um estimulante em jejum está ligado a absorção de suas substâncias pelo organismo. "Um energético ingerido em jejum pode comprometer as funções do estômago e de todo o aparelho digestivo, além de potencializar os efeitos da bebida na medida em que sua absorção se torna mais rápida e os efeitos mais intensos", explica o fisiologista Paulo.


Prejudicam o sono

Além de os energéticos te deixarem acelerado, levando à insônia, eles também podem fazer com que você durma demais. "Você fica agitado por umas horas e não dorme, depois, dorme demais para compensar o tempo perdido", explica o fisiologista Paulo.


Cuidado com medicamentos

O resultado da combinação de energético com medicamentos pode ser bastante prejudicial ao organismo. Se a pessoa já tem algum problema de saúde, tende a piorar. O uso isolado de estimulantes já altera as funções do organismo. "Se o remédio também for estimulante, por exemplo, poderá haver uma inibição de seu efeito", diz Zogaib.


Seu organismo pode viciar

Assim como os demais estimulantes químicos (cafeína ou drogas, como a cocaína, dentre outros), eles deixam de fazer efeito se tiverem o uso for contínuo e a pessoa passa a ingerir quantidades cada vez maiores para obter o mesmo resultado. "Isso varia muito de pessoa a pessoa, mas em geral, o corpo acostuma e pede cada vez mais. Vira um círculo vicioso grave", explica Paulo.


Não pode ser consumido por crianças

Segundo o clínico geral Flávio Tocci, os energéticos apresentam uma dose alta de cafeína e de substâncias com nível toxicológico questionável, e o organismo de uma criança não está preparado para receber tamanhas doses. "Se um adulto já fica acelerado, imagine uma criança. Ela pode apresentar tremedeira, ficar nervosa e muito acelerada. Não é apropriado", explica.


Riscos do excesso

Quando consumidas em excesso, as substâncias estimulantes causam ansiedade, agitação, cefaleia e, em alguns casos, apresentam grau de toxidade questionável, como a taurina e a glucoronolactona. "São substâncias que alteram o funcionamento de nosso organismo de forma brusca, por isso devem ser ingeridas com moderação e certa cautela", diz Zogaib.

5 de maio de 2018

15:38

Ensopado de Testículo de Boi

Usar testículos na alimentação não é comum, mas vale a pena deixar o preconceito de lado e experimentá-lo.

Há muito tempo, os testículos de alguns animais têm fama de estimulantes. Enquanto na Ásia os preferidos são os de macaco, na América os de touro ganham maior simpatia. Noutras partes do mundo elegem-se os testículos do cordeiro e de bode.



Foto Reprodução / Chef de Paprika (imagem meramente ilustrativa)


As criadillas (ou “bolas de toro”) são típicas iguarias comercializadas nas autênticas tabernas espanholas, servidas geralmente em tiras fritas em abundante óleo, algumas vezes temperadas com alho, salsinha ou acompanhada por uma variedade de molhos. Muito apreciada no Nordeste, Interior de São Paulo e Rio Grande do Sul.

O testículo de boi possui sabor suave, textura resistente à mastigação e também pode ser feito: assado, cozido, empanado, (farofa) ou grelhado.

Nos Estados Unidos, o famoso Festival do Testículo de Montana (Montana Testicle Festival), reúne milhares de apreciadores dispostos a encarar os tradicionais “Rock Mountain Oysters”.

O nome pode ser sugestivo, mas não se tratam de ostras da montanha, e sim "caviar dos caubóis", popularmente conhecidos por nós "brazucas" como bagos de boi.

Já nas Filipinas e em outros países do Oriente, a dita especialidade bovina é largamente consumida como um potente afrodisíaco, fazendo jus ao ar de exotismo que lhe foi conferido.



Valor Nutricional

Calorias: 76,0 (Kcal)

Glicídios: 0,00 (g)

Proteínas: 13,40 (g)

Lipídios: 3,00 (g)

Cálcio: 14 (mg)

Fósforo: 181 (mg)

Ferro: 2,80 (mg)


Ensopado de Testículo de Boi


INGREDIENTES DO MOLHO

• 4 tomates grandes cortados

• 1/2 pimentão

• 1 maço de salsinha

• 1/2 cebola

• 1 cabeça de alho


PREPARAO DO MOLHO

Cozinhe todos os ingredientes acima até o tomate perder a forma. Espere esfriar e bata no liquidificador.


PREPARO DO PRATO

Numa panela pré-aquecida, coloque 1 colher de sopa de óleo e os testículos descascados e cortados em cubos. Para uma porção para 4 pessoas é necessário 400 g de testículo. Quando o testículo começar a secar adicione o molho.


Fonte: Programa do Ratinho www.sbt.com.br | Por Taverna do Peregrino
12:14

O que pensam os homens sobre relacionamentos amorosos


O Mundo dos Homens: Descubra o que eles realmente pensam sobre relações amorosas

Que mulher nunca desejou entrar na cabeça de seu amado ou pretendente para saber o que se passa lá dentro? Para desvendar alguns mistérios, Alexander Voger e Bruno Ares, especialistas em relacionamento autores do livro Sedução Revelada, pela editora Thesaurus dão algumas dicas:



Foto / Reprodução


Pulando a cerca

A maioria dos homens traem por estarem insatisfeitos com a relação. Falta de atenção da mulher, brigas e sexo insuficiente podem levar a isso.

Palavra dos especialistas: “quando a relação está em harmonia, às chances de traição caem drasticamente dos dois lados, pois o comprometimento é maior”.


Olho bobo

Eles realmente acreditam que não tem nada demais olhar para outras mulheres - e na maioria das vezes é verdade. Sentir esse tipo de atração é natural para ambos os sexos.

Palavra dos especialistas: “atração não é uma escolha. Não é porque um homem fica olhando para outra mulher que ele vai, de fato, trair”.


Ele não ligou...

Quando ele diz que vai ligar no dia seguinte e não liga é porque quer conquistar a mulher. Na cabeça deles, ficar telefonando pode dar a impressão de que estão necessitados.

Palavras dos especialistas: “essa espera pelo telefonema cria uma expectativa e é isso que mantém o homem na mente dela”. Faz parte do jogo da sedução masculina.


Sem compromisso

Assim como as mulheres, os homens também se perguntam por que poucas querem um relacionamento sério. Isso porque todos passam por várias fases na vida.

Palavra dos especialistas: “a questão é encontrar alguém que esteja em um momento da vida similar ao seu, ou seja, à procura de algo sério”.


Que exibido!

O homem é competitivo. Na frente dos amigos, muitos deles sentem a necessidade de demonstrar o poder social que têm ao estar com uma mulher.

Palavra dos especialistas: “homens mais maduros com certeza superam esse complexo e param de se mostrar”.


Sem DR

Discutir o relacionamento, acredite, é algo estressante para eles. Isso porque não gostam nem um pouco de coisas complexas e de focar em problemas e discussões passadas.

Palavras dos especialistas: “quando tiver que conversar que seja quando o casal estiver em sintonia, e não na hora da crise”.


O cafajeste

Esse tipo tem um comportamento agradável apenas no início da relação ou até conseguir levar a mulher para a cama. Depois, ele esfria: ou por medo de algo mais sério ou por querer continuar com a vida de solteiro.

Palavra dos especialistas: “para saber se as intenções de um cara vão além de uma única noite veja se ele parece ser companheiro e amigo.”


Vai ou racha?

Nem sempre é fácil saber se o cara está realmente a fim. Se ele fizer um clima de namoro ao telefone ou quando estiverem sozinhos, se quiser saber sobre sua vida e contar coisas pessoais dele, é porque ele quer algo com você.

Palavra dos especialistas: “se isso ocorrer é sinal verde para que você invista, pois é muito comum que a demonstração de afeto e amor seja por meio de atitudes em vez de simples palavras”.


Espanta homem

Algumas atitudes podem fazer seu amado fugir de você como o diabo foge da cruz. Geralmente, eles não gostam de mulheres duronas, que querem fazer o papel do homem, que reprimem seus sentimentos e não abrem o coração.

Palavra dos especialistas: “mulheres que vivem tentando criar ciúmes ou que encaram toda amiga do cara como um alvo a ser excluído da vida dele também são bastante desagradáveis”.

As preferidas

O perfil da “mulher ideal” varia de acordo com o gosto de cada homem. Mas, em geral, eles preferem as meigas, que não sejam totalmente dependentes da atenção deles e que saibam ser companheiras.

Palavra dos especialistas: “e é fundamental que seja sincera”.


É típico!

Não leve a mal: cantadas prontas ou elogios superficiais são os erros mais comuns que um homem comete na hora da conquista. Ele não percebe que as mulheres estão acostumadas a serem elogiadas pela beleza delas.

Palavra dos especialistas: “o ideal seria que o cara falasse da personalidade dela e que a abordasse com humor, fazendo com que ela tenha um bom momento e se divirta”.


Consultoria: Alexander Voger e Ares Bruno, consultores de dinâmica social e palestrantes da Seduction Life, empresa que oferece cursos sobre conquista e sedução à população masculina. Site www.seductionlife.com.br

Fonte: Revista Malu - Ano 13, nº 471 | www.revistamalu.com.br

2 de maio de 2018

19:49

Bolo de Nozes


Bolo de Nozes

Rendimento: 8 porções

Tempo de Preparo: 50 minutos



Foto Reprodução / Rodrigo Estrella


INGREDIENTES DA MASSA


• 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar

• 5 gemas

• 1 pitada de sal

• 1/4 de xícara (chá) de água

• 2 xícaras (chá) de farinha de trigo

• 1 colher (sopa) de fermento em pó

• 5 claras em neve

• 1 colher (chá) de essência de nozes

• 100 g de nozes trituradas

• Margarina (para untar)

• Farinha de trigo (para enfarinhar)

• 1 lata de doce de leite

• Nozes processadas (para polvilhar)


MODO DE PREPARO

Leve à batedeira o açúcar e as gemas até obter um creme claro e fofo. Feito isso, adicione o sal, a água e continue a bater. Desligue o aparelho e acrescente a farinha de trigo e o fermento, mexendo delicadamente. Por último, acrescente as claras em neve, a essência e as nozes. Despeje a massa em uma forma redonda alta untada e enfarinhada e asse o bolo em forno preaquecido em temperatura média por cerca de 35 minutos ou até dourar. Desenforme o bolo depois de frio, distribua o doce de leite por cima e polvilhe as nozes processadas.


Receita por Angela Fischer

Coleção Tua Cozinha Extra Nº 6 Ano 1 | www.revistaonline.com.br

14 de abril de 2018

15:32

A casca de maracujá e seus benefícios

Quantas vezes você já jogou a casca do maracujá no lixo ??? Pois é, ela é rica em uma substância chamada pectina, uma fibra solúvel que se transforma em gel dentro do estômago tornando lenta a entrada do açúcar no sangue, ótima para os diabéticos, evitando picos de insulina, colaborando na manutenção dos níveis de glicose e provocando saciedade. Essa camada de gel evita funciona como um "anti-gorduras" evitando a absorção de gorduras.



Foto / Reprodução


"Bloqueador de gorduras natural" é isso mesmo a farinha de maracujá ou fibra de maracujá é fonte de vitaminas A, C e do complexo B. Além disso, apresenta boa quantidade de sais minerais ( ferro, sódio, cálcio e fósforo ). Ainda possui propriedades que funcionam como calmante natural no organismo humano e ainda é uma ótima opção para ganhar energia.

A fibra de tem efeitos positivos na diminuição do nível de colesterol, triglicérides, no bom funcionamento do sistema gastro-intestinal e, até mesmo, no tratamento da diabetes. Ela pode ser utilizada em vitaminas, frutas amassadas, sopas, caldo de feijão, etc.


Como o maracujá bloqueia a gordura?

Por Katia Cardoso Boa Forma

Quando chega ao intestino, a pectina bloqueia a absorção da gordura dos alimentos. A ação é bem mais suave que a do Xenical, medicamento da Roche que tem o boqueador de gordura orlistat como princípio ativo. Mas o efeito emagrecedor da farinha, assim como sua capacidade de proteger o coração, foi comprovado num estudo feito na Universidade Federal da Paraíba com 17 mulheres com colesterol alto. “Depois de 70 dias consumindo a farinha, elas não só tiveram as taxas de LDL, o colesterol ruim, reduzidas como perderam peso (algumas eliminaram 8 quilos!)”, comemora a farmacêutica Alessandra Ramos, que acompanhou o grupo por um período de um ano sem registrar reações adversas. De qualquer modo, observe como seu organismo responde ao produto.


Essa tal Pectina

por Thais Szegö Saúde Abril

Ela é uma espécie de fibra solúvel que, junto com a celulose e a lignina, compõe a parede celular das plantas. "Está em todas as frutas, mas a maçã, a pêra, a laranja, o limão e o pêssego são especialmente ricos nela", revela a farmacêutica bioquímica Maria Helene Canteri Schemin, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. O endocrinologista Fadlo Fraige Filho, presidente da Associação Nacional de Assistência ao Diabético, reconhece a ação da pectina no combate aos picos de insulina, mas ressalva: "Qualquer alimento rico em fibras pode produzir o mesmo efeito". A questão é que muitas das frutas cheias de pectina têm também muito açúcar. Está aí uma vantagem da farinha de maracujá.


Benefícios da farinha de maracujá:

- Ajuda a baixar as taxas de açúcar do sangue

- Diminui a fome

- Ajuda na limpeza geral do organismo

- Bloqueador de gordura

- Calmante

- Evita a fragilidade dos ossos

- Evita a má formação dos dentes

- Age contra infecções

- Ajuda a cicatrizar os ferimentos

- Evita problemas de pele

- Evita problemas no aparelho digestivo e no sistema nervoso

- Evita a queda dos cabelos


Menos toxinas

Por Katia Cardoso Boa Forma

Outra boa notícia: a fibra presente na farinha de maracujá promove uma faxina no organismo. Ela ajuda a eliminar as toxinas, que, acumuladas, prejudicam o funcionamento dos órgãos e, com isso, desequilibram o metabolismo – o que faz sua dieta emperrar. Só que para facilitar a ação desintoxicante da pectina, é importante beber mais água, no mínimo 2 litros por dia.


Nutrientes extras

Por Katia Cardoso Boa Forma

A farinha de maracujá é fonte de várias vitaminas e minerais.

- Niacina (vitamina B3): atua na produção de hormônios, melhora a ansiedade, ajuda no crescimento das crianças e protege as paredes do estômago.

- Ferro: previne anemia e aumenta o pique.

- Cálcio: favorece a contração muscular, fortalece ossos e dentes.

- Fósforo: também deixa os ossos fortes, além de melhorar a memória, a oxigenação das células e a circulação.


Faça em casa

Existem várias opções de farinha da casca do maracujá feitas por laboratórios farmacêuticos, à venda em farmácias e lojas de produtos naturais. Não compre o produto em saquinhos sem identificação, barracas de rua ou feiras livres. Se preferir, pode preparar a farinha em casa. Use, de preferência, maracujá orgânico – sem agrotóxico. Veja como fazer.

1. lave bem o maracujá e mergulhe seis maracujás por 20 minutos numa mistura de água com bicarbonato de sódio (1 colher de sopa por litro) ou vinagre. Volte a passá-los em água corrente

2. corte ao meio e retire a polpa e guarde para fazer suco

3. corte a casca em tirinhas bem finas e ponha numa assadeira e asse em forno médio por cerca de 30 minutos ou até que fiquem sequinhas. Espere esfriar.

4. levar a fogo baixo em média 70 graus

5. quando ficar bem seca

6. bater no liquidificador (ou passe no processador) até obter uma farinha

7. passe pela peneira e guarde num recipiente limpo e tampado


O ideal é consumir a farinha de maracujá 30 minutos antes das refeições, 4 colheres por dia, e também tomar bastante água, pois as fibras precisam de água para funcionar inclusive temos um artigo falando a respeito " Os benefícios de beber água diariamente "


Quanto consumir?

por Thais Szegö Saúde Abril

Ainda não há um consenso entre os especialistas em relação à quantidade de farinha de maracujá que deve ser ingerida por dia. Solange Miranda Junqueira Guertzenstein indica 1 colher de sopa meia hora antes do almoço e outra meia hora antes do jantar. "O pó pode ser dissolvido em um suco", exemplifica. Já o nutrólogo Edson Credidio, diretor da Associação Brasileira de Nutrologia, sugere apenas1 colher de sopa do pó no café da manhã. Para que o sabor da farinha se mantenha neutro, é importante prepará-la de acordo com a receita. Caso contrário, o sabor característico do maracujá pode predominar e interferir no gosto dos outros alimentos. Sim, não é só no suco que a farinha vai bem. Você também pode salpicá-la na comida. Só não vale levá-la ao fogo, pois ainda não há estudos que garantam que essa exposição extra ao calor não altere suas propriedades e a textura dos alimentos.


Resumindo:

A farinha de maracujá é mais um complemento alimentar, ela não faz milagre, mas não tenho dúvidas que mudando sua maneira de pensar, seus hábitos e costumes, certamente o resultado vai ser um exemplo, uma referência de estilo de vida saúdavel.

8 de março de 2018

12:54

Aprenda a fazer o delicioso coquetel 'La Bamba'


Aprenda com o barman Mestre Derivan a preparar o 'La Bamba', coquetel sem álcool feito com limão, morango, abacaxi, uva e xarope de cereja.


La Bamba (Rende 1 copo)

INGREDIENTES:

1 copo longo

10 ml de suco de limão

3 morangos

1 rodela de abacaxi

3 uvas itália

40 ml de xarope de cereja Kaly

Água com gás

Gelo


Veja o passo a passo desse coquetel lindo e delicioso.


Foto Reprodução / Viridiana Brandão


Fatie o morango, corte as uvas ao meio e o abacaxi em cubos. Despeje as frutas em um copo longo e adicione gelo.


Foto Reprodução / Viridiana Brandão


Acrescente o xarope de cereja, o suco de limão e a água com gás. Misture bem com uma colher bailarina. Decore com folhas de hortelã, uma uva e fatias de morango.


Mestre Derivan, autor de cinco livros, todos com edições esgotadas, sendo seu último, A Coquetelaria ao Alcance de Todos — O livro traz 220 receitas e informações sobre a origem dos 'cocktails' e a produção de bebidas alcoólicas. Apresenta também a descrição das bebidas, dos copos e dos utensílios utilizados na coquetelaria. Contém dicas de decoração e receitas de 'cocktails' refrescantes, com cerveja, com whisky, de café, light e diet, afrodisíacos, com chocolate, com sorvete, sem ou com pouco álcool, entre outras.


Via Yahoo Brasil!
11:26

Dicas para combater as olheiras


Estresse, cansaço físico, emocional, genética, alterações hormonais / TPM, noites sem dormir… Vários podem ser os motivos que desencadeiam as olheiras, mas com alguns cuidados é possível prevenir e atenuá-las.



Foto / Reprodução


É difícil conhecermos alguém que nunca teve olheiras. E por mais que elas não deixem um aspecto lá muito agradável no rosto, esses círculos escuros que se formam abaixo dos olhos têm uma explicação científica que vai além das noites mal dormidas, do stress do dia a dia e do cansaço que toma conta de cada um de nós.

Na verdade, elas surgem decorrentes de um depósito de melanina (pigmento escuro), a partir da dilatação de vasos sanguíneos ou congestão vascular, como os médicos costumam designar, e podem surgir por exposição ao sol, má alimentação entre tanto outros fatores, inclusive genético. Aliás, “se a causa for genética é mais difícil de tratar e com o passar do tempo a tendência é ficar ainda mais escura, enquanto que nos demais casos elas diminuem automaticamente ao organismo estar descansado e, com a ajuda da cosmetologia, este processo de clareamento pode ser ainda mais rápido”, declara o cosmetólogo master em dermo farmácia e tecnologia de cosméticos, Marcelo Schulman.

Graças aos avanços da medicina e da cosmética, entretanto, é possível tratar a indesejada olheira. Alguns truques já são velhos conhecidos das mulheres. Algumas já até tentaram usar o famoso truque do pepino, mas será que este método funciona? De acordo com os dermatologistas, "o pepino gelado causa constrição dos vasos das olheiras, podendo suavizar momentaneamente o aspecto das mesmas".

Mas não se iluda! O que proporciona essa melhora temporária não é o pepino em si, mas a temperatura gelada dele.


Abaixo, seguem alguns tipos de olheiras e dicas para atenuar cada tipo de olheira:

CASUAIS: Ao chorar, normalmente, a região dos olhos incha e fica vermelha. Isto porque é feito um esforço que dilata os vasos sanguíneos desta região. E é assim ao dormir mal, em situações de cansaço intenso etc..

SOLUÇÃO: Dormir bem e realizar algumas compressas com ativos de propriedade calmante como loções à base de extrato de alface e extrato de melissa.


Dica: Loção de Alface da Vita Derm


OLHEIRAS INSISTENTES: Estas mais insistentes, mas não mais difíceis de tratar, pois normalmente estão associadas à má alimentação, ao estresse, consumo de álcool e / ou cigarro.

SOLUÇÃO: Neste caso, algumas mudanças de hábitos como evitar bebida e cigarro resolve significativamente o problema. Associando o uso diário de cosméticos formulado com ativos de propriedades clareadoras e revitalizantes como coenzima Q-10, asafetida, Biomin aqua cinque e Biodynes, o resultado pode ser ainda mais rápido.


Dica: Creme Antiolheiras It's Potent! (Uso noturno) da Benefit Cosmetics


OLHEIRAS CRÔNICAS: Mais comuns em pessoas de pele morena, podem acumular melanina na área dos olhos, formando olheiras em tons acastanhados, destacando que quando a pessoa vai ficando mais velha, a tendência é que o problema se agrave.

SOLUÇÃO: Para esses casos, alguns recursos mais intensos dão melhor resultado e é possível amenizar o problema com peelings químicos à base de ácido retinoico e tioglicólico feitos por dermatologistas ou profissionais de estética, estes devidamente qualificados. Produtos cosméticos enriquecidos com ativos despigmentantes e clareadores como isoflavonas e extrato de alcaçuz, além de filtro solar, complementam os cuidados, mas devem ser usados somente com prescrição médica e / ou acompanhamento de um profissional de estética altamente qualificado.


Dica: Clarins — Gel Antifadiga Para Olhos Eye Revive Beauty Flash (Uso diurno)


* É importante lembrar, porém, que mesmo se tratando de um produto seguro, o ácido deve ser usado apenas sob orientação médica para que a concentração correta seja passada.


Outras dicas

Vá de corretivo

É a arma perfeita para disfarçar as olheiras, além de levantar o make. Mas atenção aos detalhes:

- Escolha o corretivo um tom mais claro que a base.

- Prefira os corretivos líquidos, que ajudam a hidratar a região.

- Aplique o produto devagar, dando leves batidinhas com as pontas dos dedos.

- Passe o corretivo também no cantinho interno dos olhos e na pálpebra superior.

- Finalize com base e pó facial. Mas cuidado com o excesso de maquiagem! Ele pode realçar o defeitinho que você queria esconder.


Use a receitinha da vovó

Se sua olheira só aparece antes da menstruação ou após uma noite mal-dormida, uma compressa com chá de camomila gelado resolve. Prepare uma infusão forte com flores naturais de camomila. Deixe esfriar, molhe um chumaço de algodão e coloque-o sobre os olhos. Mantenha por cerca de 15 minutos e enxágue com água fria.


Ative bem a circulação

Se o incômodo é constante, consulte um médico dermatologista. Ele poderá receitar um creme com ingredientes que melhoram a circulação do local, como cafeína, gincgo biloba e vitamina C.


Acelere a renovação celular com peeling

Os ácidos suavizam e clareiam a pele dessa região. Mas faça a avaliação antes com um dermatologista para evitar que surjam manchas e outras complicações.


Aposte nos cremes clareadores

Cremes com ácido glicólico, ácido kójico, hidroquinona, e vitamina K1 diminuem as olheiras e são menos abrasivos que o peeling.


CUIDADOS NA HORA DA MAQUIAGEM

Alguns cosméticos podem piorar o aspecto de cansaço em seu rosto. Veja o que você deve evitar:


Corretivo escuro

Se ele for bem mais escuro que sua pele, acentuará as olheiras.


Máscara para cílios comum

Pode esfarelar e cair na pálpebra, escurecendo a região. Prefira o produto à prova d'água.


Sombra azul, berinjela ou lilás

Esses tons deixam os olhos mais fundos.


Lápis preto dentro dos olhos

Eles mancham e fazem sombra na região.


Em alguns casos precisam ser resolvidos com tratamento médico, e os tratamentos ideais para as olheiras são: preenchimento do sulco se forma embaixo dos olhos com ácido hialurônico, aplicação de lasers, aplicação de luz intensa pulsada ou ainda cremes dermatológicos que contenham vitamina K1, arbutin, ácido kójito, entre outros ativos.

“Já as linhas de expressão, só melhoram com a aplicação de toxina botulínica (botox), que promovem um relaxamento temporário do músculos que causam as indesejáveis linhas”.


Fontes: www.viderm.com | http://mdemulher.abril.com.br | http://cyberdiet.terra.com.br

25 de fevereiro de 2018

18:35

Dicas para manter a sua pele sempre linda


Tenha sempre uma pele bonita: sem oleosidade, sem manchas, sem espinhas, sem ressecamento e sem olheiras



Foto / Reprodução


1 - Na hora de limpar a pele, use um creme ou leite de limpeza, que têm efeito hidratante.

2 - Dê preferência aos protetores solares hidratantes e em creme: eles protegem e hidratam ao mesmo tempo.

3 - Evite usar pó compacto, que resseca ainda mais a pele. A maquiagem deve ser sempre cremosa.

4 - Sabonetes ou loções secativas devem passar longe do seu banheiro.

5 - O básico: hidrate o rosto com produtos específicos todos os dias, pela manhã e à noite.


PELE OLEOSA

6 - Lave o rosto de duas a três vezes por dia com sabonetes neutros ou com enxofre ou ácido salicílico, que controlam a oleosidade da pele.

7 - Evite usar água quente, que estimula o trabalho das glândulas sebáceas e acaba piorando a situação.

8 - Use à noite uma loção adstringente, que fecha os poros e hidrata a pele sem deixá-la oleosa.

9 - Prefira sempre produtos em gel. Os em creme quase sempre são oleosos demais.

10 - Em peles oleosas a esfoliação pode ser feita duas vezes por semana. Mas evite fazer isso todo dia, porque pode piorar a situação.

11 - Uma ou duas vezes por ano, faça uma limpeza mais profunda no consultório do dermatologista. Peelings suaves enxugam a oleosidade e retiram células mortas.

12 - Pele oleosa também precisa de protetor solar. Use um livre de óleo, que não obstrui os poros nem aumenta a oleosidade.

13 - Se o brilho só aparece na testa e no nariz, você tem pele mista. Use produtos para pele oleosa só nessas áreas.


TODOS OS TIPOS DE PELE

14 - Beba bastante água. Ela ajuda a manter a pele hidratada e bonita.

15 - Uma alimentação equilibrada, rica em frutas e verduras, tem as vitaminas que a pele precisa para ficar saudável.

16 - Encha seu prato de brócolis e couve-flor. Eles têm bioflavonóides, substâncias que ajudam a retardar o envelhecimento causado pelo sol.

17 - Crie um ritual de limpeza com sabonete e adstringente. Para você não se esquecer, faça na hora de escovar os dentes: de manhã, você retira a oleosidade; e à noite elimina resquícios de poluição e outras impurezas.

18 - Não pegue sol sem filtro solar. Parece bobagem, mas repare no rosto daquela tia que sempre lagarteou na praia sem protetor. As rugas chegam bem antes em quem não se cuida.

19 - Jamais durma com maquiagem. Se o demaquilante acabou, passe um pouco de hidratante em um algodão. Depois, lave o rosto.

20 - Nunca esfolie se no dia seguinte você vai à praia ou à piscina. A pele fica muito mais sensível ao sol.

21 - Evite produtos à base de álcool. A longo prazo, eles irritam a pele.

22 - Lave seus pincéis e esponjas com água e com o mesmo sabonete que você usa para limpar a pele.


ESPINHAS

23 - Não arrisque a pele com tratamentos caseiros. Se tem espinhas, procure um dermatologista. Ou você corre o risco de ganhar manchas para o resto da vida.

24 - A dica do sabonete à base de enxofre ou de ácido salicílico continua valendo. Lave o rosto duas ou três vezes ao dia. Só não exagere. Você pode provocar um efeito rebote — as glândulas sebáceas passam a produzir ainda mais gordura.

25 - Fique longe de pasta de dente ou qualquer outro santo milagreiro para secar espinhas. Prefira um produto secativo de verdade - você pode comprar na farmácia ou pedir para o dermatologista prescrever. Aplique diretamente sobre a região inflamada antes de dormir. E tenha paciência.

26 - Evite espremer espinhas. Ela pode até ir embora, mas há o risco de a cicatriz ficar para sempre.

27 - Tá, você não aguenta. Então pelo menos tente evitar o estrago fazendo a coisa direito: quando a espinha estiver amarela, fure-a com uma agulha descartável. Cubra com um algodão embebido em água morna. Então enrole os dedos em uma gaze e pressione de baixo para cima, fora da região inflamada.

28 - Algumas garotas percebem que, quando comem mais chocolate ou alimentos gordurosos, as espinhas aparecem. Se é o seu caso, evite.

29 - Limpeza de pele ajuda os casos leves. Se o seu problema de acne for grave e a pele estiver muito inflamada, tem que fazer tratamento sério. Há muitos tipos, tanto com remédios quanto com peelings químicos, que podem ajudar muito. Fale com seu dermatologista.

30 - O sol engana: no começo ele ajuda a secar as espinhas, mas esse ressecamento temporário provoca o tal efeito rebote. Fique longe dessa roubada.

31 - Semana de provas? Fim de namoro? Está provado: muito estresse é igual a acne. Vá meditar, fazer ioga e namorar um pouco. Ajuda a relaxar.

32 - Franja e cabelo caindo no rosto transferem a oleosidade do couro cabeludo para a pele, que fica mais sujeita a espinhas.

33- Se a espinha apareceu no dia da festa, calma. Compressas de gelo e corretivo cor da pele ou verde neutralizam a vermelhidão. Prefira os cremosos, que têm maior aderência. Aplique dando batidinhas, sem espalhar. Reaplique durante a balada.


SARDAS E MANCHAS

34 - Pele manchada sob o sol... só piora. Não saia de casa sem protetor solar no rosto - o sol aumenta as manchas e pode até virar um problema mais sério. Passe de manhã e repasse no meio do dia.

35 - Não é nenhum problema, mas se você odeia as suas sardas apele para a base. Bem aplicada, ela esconde tudo. Prefira as líquidas, mais fininhas, e no tom da sua pele. Cuidado para a cor do pescoço não ficar diferente.

36 - Existem nas farmácias cremes clareadores com ácido kójico ou hidroquinona em baixas concentrações. Você pode usá-los na hora de dormir. Mas se quiser um produto poderoso (mais concentrado) tem que pedir para o dermatologista receitar para você.


OLHEIRAS E BOLSAS

37 - Quer disfarçar, mas não quer ficar com cara de tia? Deixe seu corretivo mais fino e fluido misturando-o com um pouquinho de hidratante.

38 - Amenize as olheiras com compressas geladas de chá camomila bem concentrado. Deixe sobre os olhos durante 15 minutos.

39 - Esta é básica: durma pelo menos oito horas por dia.

40 - Aquelas bolsas sob os olhos que aparecem no dia seguinte à balada podem ser amenizadas com massagem facial.


Um truque para descobrir qual o seu tipo de pele

Lave o rosto com um sabonete neutro e espere 20 minutos. Agora observe como ele está:


PELE SECA

- Pouco brilho

- Poros pouco aparentes

- Aparência opaca por falta de umidade natural

- Pele fina e sensível, com tendência a descamação

PELE OLEOSA

- Brilhante

- Espessa

- Poros dilatados e visíveis

- Aspecto brilhante, principalmente na zona T (testa, nariz e queixo)

PELE MISTA

- Apresenta oleosidade na testa e no nariz

- As outras áreas do rosto têm as mesmas características da pele normal ou seca

- Tem que seguir uma rotina de beleza para ter pele linda sempre


Fonte: Desconhecida
17:18

Sexo na gravidez pode ser prazeroso


Uma das maiores dúvidas das gestantes é se gravidez e sexo combinam? Sim, eles combinam! Mulheres grávidas não precisam interromper a vida sexual durante a gestação

Embora muitos casais deixem o sexo em segundo plano durante a gravidez, a verdade é que a prática sexual não só é benéfica para a mulher, como também para o bebê — e, claro, para a vida amorosa do casal.

De acordo com a sexóloga e terapeuta espanhola Ana Sierra, em declarações ao portal ZEN do El Mundo, o sexo ajuda a liberar o estresse, a perder alguns medos e até mesmo a explorar partes do corpo inexploradas.

A especialista salienta que as mudanças hormonais podem até interferir negativamente no desejo sexual, mas que o casal deve fazer de tudo para manter a chama acesa, especialmente ao tentar novas posições e novas práticas que sejam confortáveis para ambos. As carícias, as massagens e os beijos têm espaço a qualquer altura, podendo ser inclusive o trampolim que falta para uma vida sexual mais ativa durante a gestação.



Foto / Reprodução


Sexo na gravidez. Muita coisa muda. Não é só a mamãe que fica confusa com tanta sensação nova. O papai também tem dificuldade para lidar com essas novas informações que acontecem nessa etapa da vida do casal.

As transformações acontecem desde o início da gravidez, tanto no corpo como na mente. Os hormônios jogados no corpo da mulher a deixam com sensações que podem diminuir a libido e a vontade de fazer sexo. É comum ela sentir náuseas, vômitos, cansaço e seios doloridos. A mais nova mamãe pode achar que fazer sexo pode prejudicar o bebê ou mesmo ocasionar um aborto.

Já o papai pode ter a sensação de ser o "protetor", olhando a sua mulher como mãe e não mais como amante, se afastando sexualmente dela para protegê-la e não prejudicar o bebê. Agora, se com o papai está tudo bem em fazer sexo com sua mulher grávida, mas ela ainda não quer, saiba que carinho, atenção, paciência e diálogo são fundamentais nesse período.

Corpo em ebulição — Já no segundo trimestre da gestação, as sensações incômodas que aconteciam no início cessam e a libido da mulher volta ao normal ou mesmo pode aumentar ainda mais, como relatam algumas mulheres. A região da vagina está sensível por causa da maior vascularização da região e é um dos motivos do apetite sexual aumentar.

Se o papai ainda tem algumas dúvidas em relação ao sexo, a mamãe pode tentar aos poucos mostrar para ele que o sexo na gravidez é bom e não prejudica o bebê.

Se o papai não tinha "neuras" e agüentou pacientemente os enjôos e vômitos da mamãe passarem, a hora é agora para aproveitar o aumento da libido da mulher e ficar "nas nuvens" com os novos peitos da sua amada que estão maiores. Só cuidado com eles, pois a sensibilidade está maior e pode doer mais facilmente.

Gangorra — A libido pode voltar a diminuir no último trimestre da gravidez; a barriga já está grande e incômoda, o cansaço volta, as dores da coluna aumentam e a mulher pode não estar satisfeita com o seu corpo e peso, achando que seu companheiro não a acha mais atraente.

A preocupação em machucar o bebê na penetração volta e o medo do orgasmo em ocasionar um parto prematuro também são motivos para evitar o sexo. Sexo não prejudica o bebê e não acarreta parto prematuro.

Muitos homens acham que sua mulher grávida é uma das coisas mais atraentes que existe. Outros têm medo de que seu pênis machuque o bebê na penetração. Outros não sabem que posição fazer sexo com aquele barrigão da sua mulher.

Sexo é muito bom durante toda a gravidez. Fortalece os músculos do períneo que ajudam na hora do parto, deixa a mamãe feliz e relaxada, e o bebê sente tudo o que a mamãe sente. Se a mamãe está feliz, o bebê está bem. A cumplicidade do casal pode aumentar.

Caso papai e mamãe não se sintam bem com a penetração, há outras maneiras de se relacionar. Sexo não é só penetração. Masturbação mútua, sexo oral ou anal, jogos eróticos, beijos, carinhos e atenção podem ser alternativas à penetração.

A posição do sexo deve ser a que tanto mulher e homem se sintam à vontade. Até a barriga aparecer não tem restrições, mas quando o barrigão está presente algumas posições são incômodas como a tradicional (mamãe e papai) já que o peso do homem em cima da mulher é ruim. Se a mamãe quiser ficar deitada assim, o papai deve elevar o tronco sem pressionar a barriga da mulher.

Outra posição seria a que os dois ficam deitados de lado, o homem penetra por trás, a conhecida posição conchinha ou colherzinha. A posição em que a mulher permanece com as mãos apoiadas, "de quatro", é outra opção. A mulher ainda pode ficar por cima do parceiro controlando a penetração e não há pressão sobre a barriga.

O sexo só é proibido ou restrito em algumas situações, como sangramentos durante a gravidez, descolamento de placenta, perda de líquido amniótico, risco de aborto, entre outros. Quem irá conferir é o ginecologista.

A mulher, juntamente com o seu companheiro, devem procurar o seu médico e tirar todas as dúvidas em relação ao sexo: se pode ou não a penetração, ter orgasmos, sexo anal e tudo mais onde existir algum questionamento e ter uma gravidez saudável sem "encucações".


-----


Não existi qualquer risco para o bebê — isto, claro, quando é praticado o sexo seguro —, a atividade sexual durante a gravidez não causa dor nem desconforto. Aliás, como a mulher está mais sensível, o sexo pode até intensificar o orgasmo e o prazer durante o ato.


1) A atividade sexual durante a gestação pode prejudicar o bebê?

Em princípio, não. A penetração não prejudica o bebê, que está protegido pelo líquido da placenta. Alguns médicos chegam a não recomendar relações sexuais nos primeiros meses de gravidez para reduzir riscos de aborto. “Mas isso não é regra. Varia de caso a caso”, explica a pediatra Ana Lúcia Martins Figueiredo, chefe do Departamento Neonatal do Hospital dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. Acredita-se, inclusive, que o sexo no final da gestação pode precipitar o parto. O mais importante nessa hora é saber respeitar o estado da mulher e, caso ela concorde em manter relações sexuais, procurar as posições mais confortáveis.

2) O medo da penetração

Segundo o ginecologista Luís Fernando, o medo mais comum, especialmente entre os maridos, é o da penetração. “Muitos acreditam que vão machucar o bebê e acabam travando. Mas isso é impossível. Não há como o pênis atingir o feto porque ele está muito bem protegido dentro do útero por várias camadas de músculos e pelo saco gestacional”, esclarece o especialista.

Não bastasse essa proteção bem acolchoada, há ainda um tampão mucoso que fecha a entrada uterina, poupando o pequeno de outros tipos de contatos e contaminações.

Outro tabu que merece ser derrubado é o de que as contrações provocadas pelo orgasmo podem acelerar o trabalho de parto. Na verdade, isso é pra lá de normal e contribui para fortalecer os músculos do períneo, o que, mais para a frente, poderá ajudar na hora do parto normal.


Dicas

Conversa é tudo. Homem e mulher devem colocar o que sentem para que tudo caminhe com cumplicidade e entendimento com os sentimentos do outro.

Sexo é bom desde que não seja uma obrigação. Às vezes, um beijo ou um simples carinho vale mais que tudo.

A penetração não prejudica o bebê que está protegido por uma bolsa de água que amortece qualquer contato.

Algumas posturas são melhores para a grávida porque deixam a barriga à vontade. Veja a seguir algumas sugestões para que o casal possa curtir os nove meses de uma forma divertida, diferente, gostosa e, claro, com muita sedução.


Posições Prazerosas e Confortáveis


1. Em pé: Com o apoio da parede, o homem sustenta o peso da parceira, segurando-a pela parte posterior das coxas. É ideal para os primeiros meses da gravidez ou enquanto a barriga ainda estiver pequena. À medida que o útero cresce, a postura pode prejudicar a coluna.




2. De joelhos: Ele se ajoelha e ela fica apoiada em um dos joelhos. A mulher pode abraçar a cintura do parceiro com a outra perna. Essa posição é sugerida para os primeiros meses de gravidez (até o terceiro mês), quando o útero ainda não se dilatou muito.




3. Cachorrinho: Nesta posição, a mulher mantém a barriga totalmente solta, enquanto o homem, ajoelhado, controla a penetração. A postura é bastante confortável durante os primeiros trimestres. Nos últimos três meses, a barriga pesada desequilibra a coluna, que fica mais vulnerável nessa posição.




4. Pelve levantada: Enquanto ela se deita sobre travesseiros (que devem estar acomodados sob a coluna), ele, de joelhos, controla a penetração. Assim, a barriga fica livre. A pelve levantada pelas almofadas facilita o orgasmo. Pode ser experimentada até o sétimo mês. Depois disso, com a barriga muito grande, a posição tende a ficar desconfortável.



5. Colher: É uma das posturas mais confortáveis para a grávida e poderá ser praticada durante a gestação toda. O casal se encaixa de lado e a mulher pode usar um travesseiro pequeno sob a barriga para mantê-la apoiada. A postura deixa a barriga em posição de descanso, como se fosse em um ninho. Outra vantagem é que a coluna, às vezes prejudicada pelo peso da barriga, se mantém em linha reta.



6. Sentada: Sentada em frente e sobre o parceiro, a mulher está à vontade para controlar os movimentos e a intensidade da penetração. Isso permite que ela mantenha a barriga livre, sem nenhuma pressão. Uma postura agradável e suave principalmente a partir do oitavo mês, quando a barriga está mais dolorida devido ao aumento do útero.




7. Papai e mamãe adaptado: Para não pressionar a barriga da parceira, o parceiro não deita totalmente sobre ela. Mantém o tronco um pouco elevado. Assim não há pressão no útero – essencial a partir do segundo trimestre, quando o órgão aumenta bastante de tamanho.




8. Cruz: Essa é uma alternativa pela qual o casal pode optar até o final da gestação. A mulher fica deitada com as pernas flexionadas sobre o corpo do parceiro, que se encaixa nela de lado. Nessa postura, o conforto para a mulher é extremo já que além da coluna bem posicionada, ela mantém a barriga apoiada na cama e em situação de descanso.




9. Sentada de costas: A grávida se senta sobre o homem – de costas para ele – de forma confortável. Como a barriga fica livre e a mulher consegue maior controle sobre os movimentos, a posição permite a relação sexual até o final da gestação.










10. Armadilha da serpente: Vem do Kama Sutra esta sugestão de nome tão curioso. A mulher fica sentada sobre o parceiro, de frente, e ambos seguram os pés um do outro. O arranjo permite ao casal balançar, em um estimulante movimento de vai-e-vem, e deixa a barriga livre. Além disso, evita a pressão sobre o diafragma – com o aumento do útero, a tendência é que o órgão comprima o músculo respiratório e dificulte um pouco a respiração. Com essa posição, a liberdade e o conforto são maiores. Até o final da gravidez.



Fontes: Lifestyle Ao Minuto | www.minhavida.com.br | brasil.babycenter.com | bebe.abril.com.br
Postagens mais antigas Página inicial