Welcome Guest!

,

Gorda, Gordinha, Gordona: dá pra ser feliz?

Assumir ser gorda, não é fácil. Muitas mulheres odeiam seus quilos a mais e preferem ser chamadas de fofinhas, cheinhas, com excesso de gostosura... Tudo, menos GORDA.



Ilustração: ps-comofaz.com

Para mim, só existem duas opções: ou se assume que é gorda, ou então tome uma atitude real, busque ajuda profissional, endocrinologista, nutricionista, cirurgião bariátrico, cirurgião plástico, personal trainer, psicólogo, psiquiatra... Cuida da saúde, da aparência e vai ser feliz.

O que realmente importa na vida é ser feliz, sendo magrinha, gordinha ou gordona.
Vejam que não estou incentivando ninguém a engordar, se tornar obesa, abandonar a dieta ou coisa parecida. Não vou levantar essa bandeira, porque não acredito que uma pessoa possa ser melhor do que a outra através da cor da sua pele, do valor de sua conta bancária ou do seu peso.

Mas... É possível ser feliz sendo gordinha. E porque não, meu Deus?
Não dá pra ser feliz todo o tempo, o dia inteiro, a vida inteira, direto... Em alguma hora alguém, alguma coisa ou situação vai te encher a paciência, diminuir o seu bom humor, despertar a sua raiva. Mas isso também faz parte da vida.

Então, é isso: se olhe no espelho. Você gosta do que vê?
Ele reflete uma mulher interessante, charmosa, vaidosa, bem cuidada, confiante, bonita, sensual, e que sente bem consigo mesma, apesar dos quilos a mais?

Se a resposta for sim, parabéns é uma verdadeira gorda assumida!
O espelho reflete alguém que se gosta, mas sabe que precisa se arrumar mais, procurar um bom cabeleireiro, cuidar da pele, renovar ou reformar as suas roupas, procurar cores e padrões que a favoreçam, sair mais de casa, conhecer mais pessoas e se gostar mais?

Se a resposta for sim, parabéns também! É uma gordinha a caminho de se assumir.
Porém, se a resposta a essas questões for não, espero realmente que você encontre um caminho para perder o excesso de peso e se sentir feliz.

Mas volto a dizer: dá pra ser feliz sim, sendo gorda, gordinha ou gordona, desde que a saúde esteja em dia e a pessoa esteja bem consigo.
Vamos continuar nesse assunto!


Enviado por Bia Lima, 54 anos, mineira de Belo Horizonte.

www.soubialima.blogspot.com
www.facebook.com/gordaassumida

Quer ter seu texto publicado aqui? Entre em contato para mais detalhes.





Receba novas postagens por e-mail
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE