Welcome Guest!

,

Gordinhas: gigantes pela própria natureza


Calma meu povo! Isso não é uma ofensa. Pelo contrário, é mais que um elogio. Uma declaração de amor.



Elas são vaiadas, discriminadas, ridicularizadas, etc, etc, etc. É lógico que, isso só acontece e afeta emocionalmente as mais fracas, pois, não sabem o poder que tem, um poder que está além do que os pobres de espírito possam entender...

Há aproximadamente dois anos atrás, saiu uma matéria sobre a Maternidade Bárbara Heliodora, que passou por um profundo processo de reforma, reestruturação e modernização. O que mais chamou a atenção é que, a unidade possui uma linda estátua de uma gordinha, onde muitos a chamavam de "Gordinha da Maternidade"


O governador e autoridades fizeram a entrega da escultura "Vida", produzida em bronze pela artista plástica Eliana Kertesz. A baiana é tida com uma das mais importantes escultoras brasileiras da atualidade, partindo do contraponto da estética moderna e criando as "Gordas". Porém, segundo Tião Vitoro, houve reclamações sobre a estátua instalada na frente da Maternidade. Disseram que ela era obesa demais, que lembrava a ogro Fiona, enamorada de Shrek do cinema, que era feia, parideira por estar com um suposto filho no ombro e outro na barriga e que era um despautério do governo do Estado instalar tamanha monstruosidade em frente ao sagrado local onde as mulheres acreanas vão para parir seus rebentos.

"Aquela gordinha é arte, e arte não se julga desse jeito. Ela é a concretização da visão da artista, que tem a liberdade de criar sem se prender a padrões equivocados de beleza", completa.

Outros questionamentos diziam que uma mulher como aquela, com peso acima do “ideal”, não seria um bom exemplo para as acreanas, que ela é candidata às doenças perigosas para uma boa gestação, como a hipertensão, eclampsia, entre outras.

A maior parte das críticas, entretanto, veio de mulheres.


Infelizmente pessoas que sofrem preconceito, seja físico, intelectual ou social, acabam não suportando o terror psicológico que a sociedade descarrega sobre elas, como críticas, piadinhas, dentre outros tipos de armas psíquicas que acabam destruindo a autoestima da pessoa. Por se sentirem excluídas, acabam se suicidando.

Hoje essas grandes mulheres, estão dando a volta por cima, quebrando as regras, derrubando de vez o preconceito, jogando por terra o padrão imposto pela mídia. Esse maldito preconceito ainda é grande, talvez nunca mude. Mas elas estão cada vez mais fortes, mais determinadas, mais mulher, mais belas... E isso tem irritado a oposição que já não há armas para usarem contra, pois as cheinhas estão no topo. Se você leitor, ainda não percebeu, o que mais se fala ultimamente é sobre gordinhas. Quantos blogs, comunidades, até mesmo na TV falam-se sobre gordinhas? E mais, concurso de Miss Plus Size, nossa! Isso é lindo de se ver. Seja crítica ou elogio, elas são sempre lembradas.
Homens que antes tinham vergonha de assumir esse desejo, hoje vestem a camisa: “I Love Fat Girls”




Foto: www.facebook.com/thais.carla.923

Um exemplo de mulher guerreira é Thaís Carla, que surpreendeu a todos dando show de talento e simpatia com a sua dança, no programa Legendários da Rede Record. Que no fim acabou ganhando um quadro chamado "A Gordinha Esquema"



Por isso pois no título: "Gigantes pela própria natureza" - Gigantes no corpo, na beleza, na simpatia, na alma... por que estão aprendendo a dar valor a si mesmas e provando para o mundo que, independente de qualquer coisa, também podem ser amadas e desejadas.





Receba novas postagens por e-mail
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE