Welcome Guest!

,

Sexo, prazer que vicia!


Como faço para saber se sou viciada em sexo?

A verdade é que casos de interesse sexual excessivo podem ter uma série de causas, que vão desde o abuso infantil às desordens de fundo orgânico. Apenas quando o indivíduo começa a se questionar surge uma porta que se abre para um provável tratamento.


Se você é viciada em sexo fica difícil prognosticar apenas por textos, pois há uma série de perguntas a serem respondidas e relatos que precisam ser ouvidos.

Porém verifique se você pensa em sexo o dia inteiro, deixando de lado seus afazeres domésticos, profissionais, filhos...

Fique atenta caso se masturbe ou faça sexo diversas vezes ao dia, chegando a se machucar. E, depois, em vez de sentir-se saciada, percebe um vazio.

Compulsão

• É importante buscar um psicólogo, sexólogo, neuropsiquiátrico, que poderão adentrar com um tratamento com ansiolíticos e antidepressivos.

• Os profissionais poderão também sugerir que deixe de acessar os canais virtuais de filmes eróticos e pornografias, e tente realizar alguma atividade física: se já caminha, corra; se faz ginástica localizada, tente aeróbica... Faça algo mais potente que a faça suar e produzir endorfinas, substâncias que são geradas quando fazemos sexo.

• Busque uma atividade que lhe dê prazer e relaxamento. Sugiro buscar um grupo de autoajuda como DASA (Dependentes de Amor e Sexo Anônimos) grupo no qual poderá narrar suas experiências e buscar soluções.

• E saiba que a compulsão sexual atinge cerca de 4% da população mundial. Assim, antes de se preocupar, verifique se você apenas gosta muito de sexo. Afinal, o negócio é bom, especialmente com quem gostamos, sentimos desejo e tesão.


VEJA TAMBÉM: Vício em sexo: distúrbio ou apenas um mal comportamento?


Papo de Sexo
Valéria Walfrido, professora, terapeuta sexual e autora de livros sobre sexualidade. | www.valeriawalfrido.com

Revista Malu | Ano 14, Nº 525





Receba novas postagens por e-mail, cadastre-se!
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE