Welcome Guest!

,

As principais dúvidas sobre sexo anal


O sexo anal é uma prática temida e evitada por muitas mulheres. E o medo de se entregar ao prazer que o ato proporciona, muitas vezes é provocado pelo medo do desconhecido.

A prática é cercada por muitas dúvidas... Desde questões relacionadas ao prazer até o risco de contrair doenças, as perguntas são diversas. Confira a seguir as principais dúvidas que envolve o sexo anal:


Por que os homens gostam tanto de sexo anal?

É justamente a relutância de algumas mulheres em aceitar o sexo anal que desperta a curiosidade dos homens. E tem a questão fetiche: a posição de dominação masculina é outro fator que contribui para a preferência deles. Além disso, o ânus é um orifício mais apertado que a vagina, e por isso a sensação do sexo anal é diferente da sensação do sexo vaginal.

O pênis dele é muito grosso. Vai machucar?

O pênis com o diâmetro exagerado traz mais desconforto na penetração e pode machucar, afirma o Dr. Afonso. "Por isso, para a prática, tem que haver uma lubrificação adequada e deve ser feita a dilatação da musculatura da região com ajuda dos dedos. O ideal é chegar até o terceiro dedo, antes da penetração definitiva com o pênis", explica. Sem esses cuidados, pode-se ferir no local: "O diâmetro exagerado do pênis pode provocar a laceração/ruptura do músculo que reverte o canal anal. Uma ferida pequena, mas extremamente dolorosa, com cicatrização difícil que pode perdurar por anos", alerta o proctologista.

É possível sentir prazer com sexo anal? Qual a melhor posição?

É possível, e há mulheres que alcançam o orgasmo com penetração anal – minoria total. Para o sexo anal ser prazeroso para a mulher, é importante que seja feito sem pressa e com muito cuidado. O parceiro deve começar introduzindo o dedo no ânus, usando bastante lubrificante, para o relaxamento do esfíncter. A mulher deve estar relaxada e confiante antes da penetração. Ao mesmo tempo em que acontece a penetração anal o parceiro deve estimular seu clitóris, seus seios, ou a mulher mesmo pode se masturbar. Uma posição recomendada é a “colher”, em que a mulher fica deitada de lado e de costas para seu parceiro. Esta posição costuma ser mais confortável para a mulher do que a popular “cachorrinho”.



Posição "a colher" (conchinha ou lado a lado)



Posição "cachorrinho" (tigre branco ou de quatro)


A prática do sexo anal causa hemorroida?

Nem poderia, como explica o especialista. "É o oposto", ele diz. "Inclusive, a dilatação desse tecido elástico do canal anal é terapêutica. Com a devida prescrição, um método de introdução funciona como tratamento contra a hemorroida", explica o Dr. Afonso. "O importante para corrigir a hemorroida é recolocar as veias no interior do canal anal e o movimento de introdução do pênis pode ajudar", esclarece o especialista. Lembrando que o tratamento precisa de acompanhamento médico e de que nada deve ser feito à revelia do paciente.

Qualquer produto emoliente serve para lubrificar o pênis?

Segundo o proctologista, não convém arriscar com nada que não seja próprio para a aplicação no local. "Composições químicas variam muito e a pessoa precisa se deter ao fato de que aquele produto entrará em contato com a pele do canal anal e do reto, áreas sensíveis e muito peculiares do corpo", diz. "Produtos neutros, adequados para qualquer outra região, não necessariamente são neutros para a região anal", explica ele. Ou seja, não improvise!

Posso usar pomada anestésica para fazer sexo anal?

Não é recomendável. A pomada anestésica diminui a sensibilidade do ânus, causando perda parcial de controle – é arriscado não perceber um possível excesso de força na penetração. Vale lembrar que a pomada só anestesia a mucosa, mas não ajuda a relaxar o músculo do ânus, chamado esfíncter. O sexo anal só é bacana quando as duas partes querem fazer, com a mulher relaxada e descobrindo novas formas de excitação e prazer. Para evitar desconforto, a dica de sempre: lubrificante e carinho.

Sinto vontade de evacuar. Pode acontecer?

Se o reto não estiver preenchido com excesso de bolo fecal, é só um falso desejo. E, segundo o especialista, geralmente é um falso desejo. "O intestino não tem inteligência, então, a partir do momento em que a musculatura se contrai, ele entende que é para expelir algo, bem como acontece com o movimento na hora de evacuar", explica o proctologista.

Como evitar que apareçam resíduos fecais ou flatulência durante ou depois da relação?

Para diminuir a possibilidade de aparecerem resíduos fecais o ideal é evacuar antes da relação sexual e fazer uma boa higienização da área anal. Além disso, é possível fazer uma lavagem do canal anal, usando enema, um produto vendido em farmácias. A lavagem caseira, feita com “chuveirinho” não é adequada, pois pode causar danos ao canal anal. A flatulência é mais difícil de evitar. Acontece porque durante a relação sexual a musculatura do ânus fica relaxada, e com os movimentos de vai e vem pode entrar ar no reto, causando flatulência.

O canal anal feminino é diferente do masculino?

Segundo o esclarecimento do Dr. Afonso, são diferentes, sim, e o canal anal masculino exige um esforço maior para se adaptar à prática do sexo anal. "O canal masculino é mais longo e a musculatura é mais rígida. É mais difícil ainda", explica.

O sexo anal exige alguma preparação?

Justamente para evitar aquele desconforto que é a vontade de evacuar, é bom tomar alguns cuidados antes. "Se for tudo programado, há como se preparar com uma lavagem intestinal. Existem produtos próprios para isso, laxantes que funcionam com a aplicação local", explica o proctologista, alertando para a necessidade de consulta com um especialista para a prescrição. "Outra alternativa é a ducha higiênica, com um ajuste na pressão da água. Quando o líquido entra, automaticamente o intestino reage e sente a necessidade de evacuar", completa.
[ saiba mais... ]

Fizemos todos os exames médicos, deram todos ok. Precisamos de preservativo?

Sim, por todos os motivos - exceto o de evitar gravidez, claro. Mas, além das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), o especialista alerta para uma outra razão, que poucos dão atenção. "As bactérias que existem no intestino e não causam doença naquele órgão, podem, ao entrarem em contato com a uretra, causar infecção urinária. Ainda que não haja doenças sexualmente transmissíveis no receptivo e no ativo da relação, essas bactérias parasitas do intestino, nas vias urinárias, são muito agressivas", explica o Dr. Afonso.

Posso contrair doenças fazendo sexo anal?

As chances de contrair alguma doença fazendo sexo anal sem proteção são grandes. O ânus é uma região muito contaminada pela presença de fezes, e essas bactérias são nocivas quando em contato com outras áreas do corpo. Além disso, a mucosa do reto é muito absorvente. Podem acontecer infecções e diversas doenças sexualmente transmissíveis (DST), tanto em quem penetra quanto em quem é penetrado. Para evitar doenças, o uso do preservativo é imprescindível, bem como lubrificante à base de água, que mantém a camisinha em bom estado e evita lesões na pele. E atenção: não pode usar a mesma camisinha para penetrar no ânus e depois na vagina. A camisinha infectada por bactérias pode causar problemas na mulher. Além disso, é preciso que homem e mulher lavem as partes íntimas após o sexo anal.

Sexo anal pode causar câncer?

Sabe-se que alguns casos de câncer do canal anal estão relacionados ao HPV . O HPV é uma doença sexualmente transmissível causada por vírus. Ao fazer sexo anal sem camisinha, este vírus pode causar uma infecção na região anal. Em longo prazo, podem aparecer pequenas feridas decorrentes da infecção. Em alguns casos, se não for tratado, esse problema pode evoluir para um quadro de câncer. Para evitar qualquer tipo de problema é essencial usar preservativo e muito lubrificante à base de água. Mas a maior parte dos casos de câncer do reto e do canal anal não tem ligação com a prática sexual.

Sexo anal engravida?

Não existe nenhuma possibilidade de engravidar fazendo sexo anal. Quando o homem ejacula, o sêmen vai para dentro do canal do reto, não há possibilidade de fertilização. Mesmo sem o risco de engravidar, é indispensável usar camisinha para fazer sexo anal, para evitar transmissão de doenças.

O ânus pode se alargar depois de fazer sexo anal?

Não. A abertura do ânus é controlada por um músculo chamado esfíncter, que relaxa ou se contrai conforme a necessidade. O esfíncter não perde a força por causa do sexo anal. A única possibilidade de “alargamento” do ânus é caso o músculo se rompa, mas a prática de sexo anal não causa rompimento.

Posso alternar entre sexo anal, oral e vaginal?

É muito perigoso fazer sexo oral ou vaginal depois de fazer sexo anal. O que é penetrado no ânus não deve ser penetrado em nenhum outro lugar, pois os resíduos de fezes e secreções são muito contaminados. E não basta trocar o preservativo, já que as secreções podem se espalhar pela base do pênis e pelos testículos. Depois do sexo anal, se o casal desejar continuar transando, tem de lavar as partes íntimas cuidadosamente, com água e sabão.

Não tenho um brinquedo erótico 'profissional' para me divertir sozinho, mas tenho objetos parecidos em casa. Posso usá-los?

O Dr. Afonso explica que, infelizmente, as pessoas abusam da criatividade na hora de satisfazer o desejo do sexo anal. Ele conta que, na rotina de um proctologista, é muito comum receber pacientes que introduziram objetos como copos, garrafas, embalagens de desodorante, lâmpada, entre outros, e que não conseguem expelir. E isso é muito perigoso, ele alerta: "Especialmente os objetos que não têm o diâmetro constante, como é o caso de uma lâmpada, por exemplo. Qualquer tipo de manipulação com objetos é muito perigosa e há de se alertar para o fato de que, se totalmente introduzido, ele não será eliminado espontaneamente. Será necessário um procedimento cirúrgico para retirá-lo", esclarece.


Consultoria: Dr. Afonso Moniz de Aragão, proctologista do Vita Check-up Center | Proctologista Alexandre Sakano e o urologista, sexólogo e terapeuta sexual Celso Marzano, autor do livro “O Prazer Secreto” (Editora Eden)

Referências: gnt.globo.com/amor-e-sexo | delas.ig.com.br/amoresexo





Receba novas postagens por e-mail
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE