Welcome Guest!

,

Aprenda a lidar com o mala do seu chefe


Reclamar do chefe é fácil, o difícil é compreender o jeito dele de ser, não é mesmo? Confira a lista dos 10 tipos que costumam ser “difíceis de engolir” - veja em qual perfil o seu se enquadra e, siga as dicas com Fernando Feitoza, especialista em gestão de pessoas, de como melhorar sua relação com a liderança.


ESTILOS DE CHEFES

1. Incompetente: não se engane com as aparências, pois talvez ele siga diretrizes e informações que não pode compartilhar. Faça sua parte: agora, caso ele seja de fato incompetente, procure, de maneira sutil, colaborar.

2. Caxias: além do jeito metódico, ele pode ter forte “compromisso com os resultados” ou falta de confiança nos subordinados. Faça sua parte: busque a excelência que seu chefe espera e, assim como ele, cuide dos detalhes e siga métodos de sucesso. Não deixe de evidenciar seus resultados.

3. Paranoico: é inseguro e imagina que todos querem derrubá-lo do cargo. Faça sua parte: estabeleça vínculos verdadeiros e ajude-o a se tornar mais autoconfiante, fazendo elogios sempre que possível. Assim, ele deixará de se sentir “ameaçado” pelos colegas.

4. Preguiçoso: vive passando suas tarefas para os outros. Avalie se ele não exerce uma delegação apropriada de atividades. Faça sua parte: procure conversar e entender o que acontece. Se possível, ajude-o a tornar mais claro o que é atribuição de cada um.

5. Estrela: considera-se o melhor de todos. Espera que valorizem os créditos dele e não desconstruam sua imagem. Faça sua parte: convide-o a participar de situações “formais” de reconhecimento dos demais membros da equipe. Aos poucos, ele irá se acostumar a enxergar o sucesso dos outros.

6. Desligado: ele vive esquecendo nomes e tarefas? Faça sua parte: apoie-o e não o condene por conta de esquecimentos ou por mal conhecer as pessoas com quem trabalha. Aproxime-se, ajudando-o a lembrar-se de compromissos e a conhecer melhor os colegas.

7. Centralizador: seu chefe não passa serviços para o pessoal da equipe? Faça sua parte: construir a confiança entre seus subordinados é o melhor caminho. Busque trabalhar segundo as expectativas e orientações dele. Depois das conquistas, lembre-o de que você é capaz de alcançar sucessos e ajudá-lo.

8. Acomodado: é do tipo que tem medo de ensinar. Faça sua parte: aos poucos, procure aproximá-lo dos temas que envolvem inovação e mostre exemplos de sucesso. Deixe que ele perceba que o mercado é caracterizado por mudanças e que inovar é necessário para sustentar um negócio.

9. Trapaceiro: lidar com alguém deste tipo é muito difícil, afinal, não se sabe do que ele é capaz. Faça sua parte: avalie se vale mesmo a pena submeter seu desenvolvimento profissional a alguém como ele. Se a empresa onde você atua é conveniente com tais práticas, reflita se é neste local que gostaria de construir sua carreira.

10. Sério: o ideal é que você não se prenda muito a essa imagem e procure adotar uma atitude simpática e amistosa. Faça sua parte: uma aproximação lenta, mantendo as reservas necessárias e entendendo os limites do seu gestor, pode melhorar bastante o clima.

JAMAIS...

...oponha-se diretamente ao seu chefe;
...tente convertê-lo ou transformá-lo;
...espalhe suas impressões entre os colegas;
...deixe de respeitar e reconhecer o valor do seu líder.


Consultoria: Fernando Feitoza, superintendente comercial da ACROSS/Desenvolvimento Organizacional e consultoria especializada em gestão de pessoas. www.across.com.br

Texto de Renacha Batista

Fonte: Revista impressa Malu - Ano 11, Nº 379 | www.revistamalu.com.br





Receba novas postagens por e-mail, cadastre-se!
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE