Welcome Guest!

,

Entre tapas e beijos


As atitudes que eles odeiam para você levantar a bandeira branca e estabelecer a paz em sua relação.


Pesquisas já revelaram que os casais brigam 312 vezes por ano. Motivos? Quase sempre banais! O simples ato de esquecer a luz acesa ou uma toalha sobre a cama pode causar uma avalanche de discussões intermináveis. Para evitar desgastes na sua relação conjugal é preciso jogo de cintura e lidar com os conflitos diários sem neuras. Confira as dicas do psicólogo Alexandre Bez e seja feliz no amor!


CAUSAS E EFEITOS

A mulher conquistou independência financeira e uma postura desafiadora, com a tal liberdade. Não tolera mais atitudes machistas. Para Alexandre Bez, dois fatores são maiores causadores de brigas conjugais: dinheiro e divisão de tarefas. “O casamento é uma união bilateral com compartilhamento, ações, emoções e, especialmente, cumplicidade. A falta de comunicação e a carência de paciência fazem o casal brigar mais”, explica o especialista.


CADA UM NO SEU QUADRADO

Brigas constantes e até agressivas podem representar uma escolha errada, ou seja, a união pode ter acontecido por impulso ou no calor da paixão. Apesar de casados, é preciso respeitar a individualidade de cada um. “Ajuste os ponteiros para ter uma produtividade no relacionamento”, aconselha Bez. Observe se as queixas têm fundamento e analise as razões que levam a discussões acaloradas. O homem também precisa cumprir sua parte nas tarefas domésticas. “Acordo, doação e compreensão. É preciso ceder para melhorar a convivência”, ensina.


HÁBITOS QUE MAIS IRRITAM OS HOMENS

• Quando demoramos em nos aprontarmos para sair
• Reclamar que ele nunca faz nada (e ele faz!)
• Deixar as luzes acesas
• Entupir o ralo do chuveiro com cabelo
• Acumular pertences
• Encher a lata de lixo além da capacidade
• Deixar lenços de papel sujos pela casa
• Quando preciso usar um copo ou talher, ao invés de pegar o que já está sujo na pia e lavar, prefiro pegar outro no armário.
• Trocar os canais de TV
• Querer assistir novela na hora do jogo


Texto de Régina Andrade | Revista impressa 7 Dias om você, Nº 406





Receba novas postagens por e-mail
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE