Welcome Guest!

,

Saiba como evitar a cãibra


Desidratação está entre as principais causas de uma crise dessas. Entenda melhor esse problema e evite surpresas.

Quem já teve sabe o desconforto que é ser acometido por uma cãibra. Ela acontece do nada e quase sempre nos momentos mais impróprios. Para quem não sabe, trata-se de uma contração involuntária de curta duração na musculatura. E, ao contrário do que dizem por aí, não atinge apenas os sedentários. Atletas também sofrem muito com o problema que pode, inclusive, ser um alerta do organismo de que algo não vai bem com você. Mas o que provoca? O que fazer para preveni-la? Como agir durante uma crise? A ortopedista Kelly Cristina Stefani, do Hospital Samaritano, esclarece: não tem como acabar com a cãibra, mas alguns hábitos saudáveis podem mantê-las bem longe de você. “Uma boa alimentação e o consumo de muita água garante músculos renovados”, avisa.



POR QUE OCORREM

Acontece principalmente por desidratação. Manifesta-se em quem pratica exercícios em excesso ou de maneira errada. Remédios para pressão alta é outra causa, pois, por serem diuréticos, facilitam a perda de sais minerais. “Os bem nutridos raramente têm cãibras. Por isso, é bom manter-se sempre bem hidratado”, explica a ortopedista. A cãibra também ocorre por ácido lático acumulado nos músculos quando as células consomem a glicose do organismo para obter energia. O excesso do ácido gera fadiga que sobrecarregará os músculos e desencadeará as temidas cãibras.


ALIMENTAÇÃO IDEAL

Aqui, vale o bom conselho da vovó: “Coma banana que passa”. A banana é rica em potássio e repõe rapidamente os nutrientes perdidos, mas ela não está sozinha. O tomate também é um importante aliado contra cãibras. Em sua dieta, procure incluir muito líquido e frutas, verduras e cereais, para abastecer seu organismo de energia e criar uma barreira contra as cãibras. Para quem pratica muita atividade física, tenha sempre um isotônico por perto. Ele tem a função de repor as vitaminas. Consuma com moderação!


E NA HORA H...

As cãibras costuma acontecer mais à noite, mas é dentro da água que ela é mais perigosa. Quando acontecer, você deve se alongar manipular a área, descansar e reidratar o corpo com bebidas que tenham sódio. Porém, cuidado ao esticar a perna, porque o nervo pode contorcer e causar uma lesão. Portanto, diante de uma crise, a palavra de ordem é calma! Não se desespere. Alongue o membro e massageie-o. Peça ajuda para sair da água ou um apoio para se esticar. Para evita-las, antes de entrar na piscina ou de ir pra cama, alongue também. Isso ajuda na flexibilidade da musculatura e evita uma crise.


ALONGAMENTO PRA FAZER EM CASA

Atenção: Depois de uma atividade física que exija muito esforços musculares, um banho ou uma bolsa de água quente na região afetada trarão bons resultados. Outra dica simples é dormir de meia. Isso ajuda na prevenção das cãibras noturnas.


Estique a perna com os pés flexionados na sua direção, assim como os jogadores de futebol fazem, puxando a ponta do pé para si. Provavelmente, não será possível alcançar os dedos dos pés, mas o importante é esticar os músculos. Da mesma forma, movimente o tornozelo e os dedos. No começo pode causar dor ou incômodo, mas logo a dor passa e os sintomas da cãibra já amenizam.


* * * SAIBA MAIS SOBRE A CÃIBRA


Consultoria: Kelly Cristina Stefani, www.allianceclinica.com.br | Lucia Caetano, www.contours.com.br

Por Joyce Barreto

Fonte: Revista 7 Dias Com Você. Nº 406





Receba novas postagens por e-mail
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE