Welcome Guest!

,

Aprenda a usar salto alto sem tropeçar na saúde


O salto transmite uma aparência de charme e elegância a mulher, mas o problema é que passar muito tempo em cima de um salto pode deformar o pé, atrofiar a musculatura das panturrilhas e causar dores na coluna. E como toda mulher não pretende abandonar essa poderosa arma de sedução, a melhor coisa a se fazer é aprender a usar sem tropeçar na saúde.


Com o calcanhar lá em cima, é comum observar lordoses e o encurtamento da musculatura posterior das pernas. O teste para ver se esse mal já pegou você é descer à terra firme, se descalça sentir estiramento nas coxas, panturrilhas ou costas é porque pode estar sofrendo de atrofia. Virar o pé também se torna mais frequente, o que pode causar rompimento de ligamentos. Antes que você compre qualquer par, veja os riscos que ele oferece a sua saúde.


Os Danos Do Salto Alto

1. O salto aumenta a pressão no primeiro e no segundo dedo e o seu uso contínuo, a longo prazo, deixa as articulações deficientes.

2. Pode causar deformidades como a famosa joanete e os dedos em garras.

3. Pode encurtar a musculatura da perna.

4. Pode causar eventuais torções de tornozelo


Isso não significa que as mulheres estejam proibidas de usar o salto, mas como tudo na vida em excesso faz mal, calçar aquele salto BAPHONICO, uma vez ou outra não vai trazer prejuízos a sua saúde. Mas pra você que usa salto diariamente, na imagem abaixo tem um alongamento super básico para dar aquela aliviada.



A cada nova coleção apresentada ao público, os modelos de calçados conquistam as mulheres que sabem que um bom sapato é capaz de transformar qualquer visual, seja em ocasiões mais formais, um encontro com pessoas queridas e até mesmo sapatos para o dia a dia. Confira os modelos em Calçados Femininos


TIPOS DE SALTO

Tijolão ou Plataforma: é o que dá mais conforto entre os saltos altos. Com plataforma conjugada ao salto, faz a mulher ganhar em altura e não prejudica tanto a saúde, por reduzir a inclinação entre o calcanhar e os dedos.


Meia Pata: é uma variação do plataforma, elevado na frente e com salto mais grosso independente, também consegue oferecer boa estabilidade à mulher.


Anabela: inteiriço com plataforma o salto, é o que entre todos os outros, dá maior estabilidade e é um dos melhores e mais recomendados para quem precisa ficar muitas horas em pé.


Agulha: é o pior salto. Pode fazer mal a mulheres que ficam muito tempo em pé ou estão com sobrepeso. Forçar a coluna e os joelhos e obrigar o corpo a buscar um ponto de equilíbrio que não é natural.


Quadrado: o salto é confortável, por oferecer uma base de apoio maior para o calcanhar, diminuindo a pressão sobre os dois primeiros dedos e permitindo mais facilidade para os movimentos.


Cubano: é mais grosso no calcanhar e costuma ter a ponta fina. Com altura inofensiva de cerca de três centímetros, não cansa tanto no dia a dia e ainda dá a impressão de elegância.


Vírgula: este tipo também está presente em algumas confecções, e o salto mais grosso aguenta melhor a pressão do corpo. Porém, por ter uma curva, pode não oferecer uma boa estabilidade para o pé.





Receba novas postagens por e-mail
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE