Welcome Guest!

,

Modelo albina deixa o julgamento de lado e vira referência contra o preconceito



"Decidi ser linda".

É assim que a modelo sul-africana Thando Hopa, que é albina, define sua vida atualmente. Depois de sofrer muito preconceito por conta de sua condição, "decidiu" se livrar das amarras e viver a vida que sempre sonhou.


"Desde muito pequena, meus pais se esforçaram para que eu não me sentisse diferente. Mas, infelizmente, quando fui à escola e fui apresentada à sociedade, crianças, em particular, agiam diferente em relação a mim. Me xingavam, não queriam tocar em mim", explica ela à BBC.

Ainda criança, Thando ouviu diversas barbaridades — entre elas, que era "filha do Diabo" — e passou a se isolar cada vez mais de outras pessoas. Tentou parar de frequentar a escola, mas foi impedida por seus pais. Os dois, então, passaram a ter papeis fundamentais para que ela se aceitasse e conseguisse driblar o preconceito alheio.



Photo by Justin Dingwall

Foi na época de universidade que Thando resolveu deixar de lado qualquer julgamento alheio e passou a viver sua vida. Cresceu profissionalmente e conseguiu explorar sua beleza a ponto de se tornar modelo. Hoje, com carreira consolidada, virou referência contra o preconceito.





Photo by Justin Dingwall


Do Yahoo Brasil





Receba novas postagens por e-mail, cadastre-se!
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE