Welcome Guest!

,

Dieta Anticâncer: saiba quais os alimentos podem prevenir essa doença.


A cada ano, milhares de brasileiros são diagnosticados com câncer, e o responsável por grande parte desse índice é o comportamento alimentar. Afinal, uma substância pode alterar a forma como uma das células do corpo age, transformando-a em cancerígena, ou o contrário, protegendo-a dessa mal. Com base em estudos científicos, David Khayat, autor do livro: "A Verdadeira Dieta Anticâncer," Editora Lua de Papel, mostra quais os alimentos podem prevenir esse mal e quais devem ser evitados.



Foto / Reprodução


CAUSAS DO CÂNCER

Tabaco 30%

Hormônios 30%

Alimentação 20%

Agentes Infecciosos 5%

Fatores físicos 5%

Fatores hereditários 5%

Poluição 5%


O que fazer?

A resposta é simples: a prevenção é a melhor, a mais econômica e eficaz forma de lutar contra o câncer. E, para isso, a dica é criar hábitos alimentares saudáveis que evitem o desenvolvimento da doença.


DIETA PREVENTIVA

• Verifique sempre como o produto foi fabricado, de onde vem, como e com que outros alimentos foi preparado. Olhar o rótulo das mercadorias também é recomendável.

• Deve-se levar em consideração o fato de que agentes infecciosos, como os pesticidas e poluentes agrícolas, que causam leucemias e outros tipos de câncer, podem contaminar os alimentos e a água.


Peixes

• Embora eles tenham substâncias que previnam doenças degenerativas, incluindo o câncer, é preciso ficar atento. Produtos do mar são os maiores contribuintes da exposição aos metais pesados e poluentes orgânicos persistentes (os POP), que são altamente tóxicos e induzem a um aumento significativo do risco de câncer.

• Mas isso não quer dizer que o peixe deve ser banido das refeições. Como o risco de contaminação depende do local de captura e da espécie, para não contaminar sua família, basta escolher bem:

a) algumas espécies, como cavala, anchova e sardinha, são ricas em ômega 3 e têm menor concentração de mercúrio;

b) consuma, no máximo, 150 g de peixes predadores por semana (espadarte, imperador, atum vermelho, cação), pois apresentam maior quantidade de mercúrio;

c) o salmão deve ir à mesa só uma vez por mês. Retire a pele, pois elimina a maior parte das toxinas.


Carnes

• O acompanhamento escolhido pode modificar o efeito biológico e metabológico da carne. Então, retire a gordura dos molhos e coma-a com alimentos saudáveis.

• Consuma com moderação os embutidos, pois são misturas de gordura, nitritos e nitratos, sal, corantes e aromas artificiais, que são substâncias cancerígenas.

• Já as carnes brancas (porco, coelho) e as aves (peru, frango) são menos gordurosas, sobretudo se retirar a pele, e não apresentam riscos de desenvolverem câncer.

• além disso, os diferentes métodos de cozimento fazem diferença na prevenção da doença:

a) se fritá-la, não passe demais;

b) retire o sangue da carne vermelha antes de cozinhá-la e deixe-a repousar após o cozimento, pois a hemoglobina favorece a formação de substâncias tóxicas e cancerígenas;

c) o churrasco é perigoso, pois as altas temperaturas e o contato do alimento com a chama produzem compostos altamente cancerígenos. Faça-o ocasionalmente e deixe a chama a uma distância de 10 cm da carne.


Laticínios

• Produtos lácteos, como leite de vaca, leite fermentado, queijo fresco e outros, têm efeito preventivo do câncer do cólon.

• Os probióticos, encontrados, por exemplo, no leite fermentado, ajudam a eliminar vários tóxicos presentes no intestino e têm efeito anticarcinogênico.


Atividade física é importante! com o aumento de peso, as células que armazenam gordura aumentam as enzimas que fabricam hormônios sexuais. Como consequência, há maior proliferação de células da mama (mulher) ou da próstata (homem), um risco elevado de desenvolver câncer nessas áreas.


Frutas e legumes

• Prefira os orgânicos, pois, em plantações com agrotóxicos, eles são fonte de substâncias cancerígenas (pesticidas, fungicidas, etc.).

• Possuem antioxidantes que reparam os danos causados no organismo, pois cada célula respira e produz radicais livres tóxicos.

• Lave-os com água e sabão e retire as folhas externas de folhaginosas.


Bebidas

Vinho tinto: contém resveratrol, que inibe o câncer. Mas deve ser consumido com moderação. E, entre o tinto e o branco, escolha o primeiro.

Café: previne o câncer de cólon e fígado. Mulheres jovens que consomem cerca de 4 xícaras por dia diminuem o risco de câncer de mama antes da menopausa.

Chá verde: tem maior poder na prevenção do câncer entre todos, pois contém o EGCG (polifenol que inibe o crescimento tumoral e reduz o risco de metástese).


CONSELHOS ANTICÂNCER

1. Não fume, pois o tabaco é cancerígeno desde o primeiro trago.

2. Prefira refogar ou cozinhas os alimentos a vapor.

3. Consuma, de preferência, produtos orgânicos.

4. Faça atividade física, não petisque entre refeições e não coma alimentos muito calóricos.


LISTA DE ALIMENTOS

Com base em anos de pesquisas sobre a cura do câncer, o médico Dvid Khayat elaborou uma lista de alimentos que são um risco ou ajudam a combater a doença.

Suco de romã — Extremamente rico em antioxidantes; mais que o vinho e o chá verde. Rico: o melhor benefício.

Cúrcuma — Pigmento amarelo contendo curcumina (encontrado no açafrão-da-terra, da família do gengibre). Risco: excelente benefício.

Tomate — Rico em licopeno, poderoso antioxidante (mas os produtos derivados do tomate têm mais licopeno do que o próprio tomate. Risco: benefício excelente, sobretudo para o homem.

Alho — Presença de compostos sulfurados. Risco: benefício extraordinário.

Cebola branca — Contém selênio, com propriedades antioxidantes. Risco: excelente.

Atum — Freqüentemente contaminado com metais pesados e PCB. Risco: requer atenção, sobretudo o atum vermelho.

Batatas fritas (caseiras) — Grande teor de gordura e compostos tóxicos produzidos pelo aquecimento do óleo a altas temperaturas. Risco: requer moderação, cuidado com a quantidade de óleo.

Batatas fritas (de pacote) — Alto teor de acrilamida (substância cancerígena). Risco: péssimo.

Brócolis — Grande teor de folatos. Risco: excelente benefício.

Groselha — Contém antocianinas (potente antioxidante). Risco: excelente benefício.

Grelhados — Ricos em hidrocarbonetos policíclicos. Risco: ruim

Leite — Contém lactose, cálcio e vitamina D. Risco: muito bom para crianças e para mulheres. Homens com mais de 50 anos devem moderar.

Pimenta do reino — Contém piperina, que aumenta a eficácia da cúrcuma. Risco: excelente benefício.

Pimenta — Fonte de quercetina (excelente agente preventivo, sobretudo para fumantes). Risco: muito bom.

Alcaparras — Ricas em quercetina. Risco: excelente benefício.

Sal — Responsável em certos casos de câncer do estômago. Risco: requer moderação.


Por Liliane Encarnação | Revista Malu, Ano 14, Nº 513 — www.revistamalu.com.br





Receba novas postagens por e-mail
ATENÇÃO! "Algumas informações e sugestões contidas nesta página são compartilhadas de outros meios de comunicação, bem como blogs, sites, jornais e revistas impressas. As dicas têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas."


COMPARTILHAR ESTE POST

Share








ÚLTIMAS POSTAGENS








PUBLICIDADE

Featured

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE